Quem vê cara, vê coração

Sempre tive o hábito de reparar nas casas e suas particularidades. Sou capaz de desenhar a planta de casas que visitei quando ainda era bem pequena e outras em que estive apenas uma vez. Hoje, continuo tendo essa facilidade, mas uso como um exercício mental para comprovar os efeitos das casas sobre as vidas das pessoas. Um aspecto fácil de ser analisado são suas fachadas. Convido você a fazer esse exercício no seu bairro. Repare nas casas que têm árvores, postes ou bloqueios na frente da porta principal. O que a princípio pode ser uma estratégia de privacidade, acaba privando de energia a casa e a vida da pessoas que nela vivem. Repare que essas casas normalmente estão mal cuidadas ou com aspecto decadente. Já essa casa da foto tem duas árvores na sua entrada, porém ambas estão colocadas como guardiãs. Nesse caso protegem a casa e não bloqueiam a entrada do Ch’i.