verao

É fogo!

Seguindo o ciclo de geração dos elementos, o próximo de que vou falar é o fogo. Esse elemento, alimentado pela madeira, tem em sua característica a dependência, ou seja ele depende de algum combustível para existir. Também representa o brilho, o calor e a aridez. Ocupa a posição mais yang do baguá o que significa o momento com maior iluminação, maior presença de luz. Não é à toa que está relacionado com nossa fama, mas não no sentido mundano da palavra, aqui estamos falando da forma como somos reconhecidos pela sociedade. Ou seja, só podemos ser reconhecidos por aquilo que fazemos, ou mostramos de nós mesmos. Você já parou para analisar como as pessoas te vêem? Não é um exercício fácil mas é muito útil para avaliar se você está repetindo comportamentos que não te servem mais. Quanto mais alinhamos nosso caminho com nossa essência e missão de vida mas felizes ficamos com a forma como somos reconhecidos. Algumas manifestações físicas podem dar sinais de como está a energia dessa área em nossa vida. Se essa é uma área faltante no seu imóvel ou se existem banheiros nessa posição (ciclo de controle: a água apaga o fogo!), isso pode significar que você tem dificuldades em ser reconhecido por aquilo que faz por seus amigos, chefe, etc, ou que você dá muita atenção às opiniões alheias sem cultivar sua auto-estima. Para ativar essa área use luzes, velas ou a cor vermelha. Mas cuidado com os excessos. Lembre-se que o fogo incendeia. Se exagerar na dose também pode ser reconhecido por um aspecto negativo que deseja ocultar.

Elemento: fogo

Período do ano: verão

Direção: sul

Cor: vermelho

Forma: triangular

Órgão: coração e olhos

Emoção: euforia

Virtude: polidez

Animal: faisão/pavão (simbologia chinesa)